PERNAMBUCO PERDE HOJE ESCULTOR PERNAMBUCANO ABELARDO DA HORA AOS 90 ANOS

Artista pernambucano é um dos maiores nomes da arte brasileira



As artes plásticas pernambucanas perdem um de seus integrantes mais talentosos na manhã desta terça. O desenhista, gravurista, ceramista e escultor Abelardo da Hora, de 90 anos, faleceu devido a um edema pulmonar, às 8h45, após passar mais de 15 dias internado no hospital Memorial São José. Ao longo de 2014, o artista já havia sido internado várias vezes devido a problemas respiratórios, mas sua situação se agravou nos últimos dias. Viúvo, Abelardo deixa sete filhos.


O enterro está previsto para a manhã da quarta-feira no Cemitério de Santo Amaro, na mesma região onde o artista vivia. Seu ateliê funcionava em sua casa na Rua do Sossego.

Um dos pilares da arte moderna em Pernambuco, sua atuação foi extensa e produtiva, em uma carreira que ultrapassou 60 anos de duração. Sua última obra pública foi a escultura O artilheiro, erguida na Arena Pernambuco e inaugurada no dia 31 de julho, aniversário do artista, que nasceu em Nazaré da Mata em 1924.

Nesta última internação hospitalar, Abelardo enfrentou uma virose, uma pneumonia, uma infecção pulmonar e um AVC, antes de sofrer o endema que o vitimou. "Ele foi um guerreiro que driblou tudo isso enquanto estava no hospital", observou Abelardo da Hora Filho, que o ajudava de perto em seus últimos projetos. Segundo ele, um dos motivos dos problemas respiratórios de seu pai era o contato com os materiais que trabalhava em seu ateliê, como pós de cimento e gesso.

Ele nunca deixou de trabalhar em suas esculturas. Muitas vezes, a discussão de temáticas sociais e a abordagem de tipos populares foram objeto da atenção de Abelardo.

Além de seu talento artístico, a atuação de Abelardo também foi notável na esfera social e política. Foi secretário de cultura do Recife nos mandatos de Pelópidas Silveira e Miguel Arraes, mas seus direitos políticos foram cassados com a instauração do regime militar, a partir de 1964. Por ser cunhado do prefeito Augusto Lucena, colocado no cargo pela ditadura, foi poupado.

Galanteador, Abelardo sempre foi uma pessoa sociável, que gostava de uma boa conversa. Por conta disso, deixou muitos amigos na classe artística, além do irmão mais novo, o cantor Claudionor Germano. Seu temperamento aglutinador também fez dele uma figura atuante em grupos artísticos pernambucanos: foi um dos fundadores do Atelier Coletivo, que ministrava cursos de desenho e do qual participaram nomes representativos das artes em Pernambuco, como José Cláudio e Gilvan Samico (1928-2013). Na virada dos anos 50 para 60, se torna um dos mentores do Movimento de Cultura Popular, posto em funcionamento durante o governo de Miguel Arraes.



http://www.diariodepernambuco.com.br/app/outros/ultimas-noticias/46,37,46,61/2014/09/23/internas_viver,531259/morre-desenhista-gravurista-ceramista-e-escultor-abelardo-da-hora.shtml
.

PROPOSTA ÓBVIA E FÁCIL DE SANEAMENTO DO RIO CAPIBARIBE


O Rio Capibaribe é o sétimo rio mais poluído do Brasil. E o Ipojuca é o terceiro da lista! 
Por Plínio Santos Filho

A solução para o total saneamento do Rio Capibaribe (e qualquer outro rio) é simples. Tão simples que os ingleses sanearam o Tâmisa, o rio que corta Londres, na era Vitoriana, nos idos dos 1860!

É pra fazer assim: cava-se e constrói-se esgotos pelas avenidas que margeiam os 2 lados do Capibaribe. Cava-se da foz rio adentro. Todo o esgoto do Recife que vai agora para o rio, vai então para estas linhas novas principais de esgoto. Por gravidade e bombas de elevação, todo o esgoto da cidade chega a estações de tratamento ao longo do rio e na foz do delta do Capibaribe e é então tratado. A Água tratada é colocada de volta no rio.





Sai por uns… R$ 27 milhões (de reais) por quilômetro linear. Se for feito honestamente, fica muito menos que isso!



Se tiverem paciência, aqui estão alguns cálculos aproximados para sua consideração. É tão simples que se torna quase irreal:

A) Margens, mais ou menos 22 km de escavações em cada um dos dois lados do rio (muito pouco, só 44 km no total. Os ingleses cavaram 132 km na pá e picareta!).

Um buraco de 7 metros de abertura por 8 metros de profundidade. Dá uns 2,5 milhões de metros cúbicos de terra a ser removida e metade dela volta para cobrir as galerias de escoamento do esgoto depois de prontas. A terra que sai é matéria prima muito boa para aterros em outros locais da cidade e região metropolitana do Recife que vendida, é receita para o projeto de saneamento do rio.



C) Custa aproximadamente (por cima) R$ 27 milhões por quilômetro dá R$ 2,7 milhões a cada 100 metros, ou R$ 270 mil reais para cada 10 metros prontos. Uma tecnologia apropriada de pré-moldados baixa isso para a metade do custo e acelera a obra!

D) E... por aí vai. Cavar, construir, e tampar o buraco. Da foz no Recife até São Lourenço da Mata, pois o que fica pronto já entra em operação recolhendo o esgoto da região saneada, tratando-o e devolvendo a água pro Capibaribe. O esgoto tratado vira água que volta para o Capibaribe, nenhum mistério ou custo extra nisso.

E) Usam-se as avenidas e ruas que já existem e ficam próximas às margens do rio, pois o esgoto da cidade e canais já vão para elas, passando por baixo delas e tendo (agora) o esgoto jogado em natura no rio.

F) Tempo para a conclusão da obra completa: 20 metros/dia (10 metros em cada margem) = 100 metros/semana aproximadamente (o que convenhamos é muito pouco para a tecnologia de máquinas e pré-moldados que temos hoje). 10 semanas dá aproximadamente 1 quilômetro!

Isso é para uma operação modesta. O esforço pode ser dobrado ou triplicado em horas de homens e de máquinas, diminuindo o tempo total da obra que pode ser feita moderadamente em 440 semanas = (440/52) = 8 anos e meio com 1 km a cada 10 semanas. Dobrando, o tempo cai para 4 anos!

G) Custo total para sanear (2 x 22 km = 44 km) TODO o Capibaribe até São Lourenço da Mata é de R$ 1,2 bilhões de reais = Arena Pernambuco (ou menos)! Pode ser?

Isso poria qualquer prefeito e governador do nosso estado na História!

Mas… o que significaria todo o Recife saneado e o Capibaribe limpo pelo preço de uma Arena Pernambuco (ou menos)...?

Veja, por favor, estes links sobre o saneamento do Tâmisa em Londres. Fico envergonhado quando vejo o que existe por aqui...! Veja o link do IBGE abaixo também.








Imagens:
Proposta para sanear o Rio Capibaribe construindo túneis de esgoto nas suas margens;
Plano piloto para as Galerias de esgoto que margeiam o rio Tâmisa em Londres. Construído cerca de 1860 com picareta, enxada e pá, e muitas horas/homem!;
Galerias de esgoto que margeiam o rio Tâmisa em Londres;
e Uso % da água potável do Tâmisa pela população de Londres.


https://www.facebook.com/plinio.santosfilho